Barcarena terá a 2ª Estação de Tratamento de Esgoto em 2021.

Obras da ETE II

A Prefeitura de Barcarena e ARSEP acompanham os investimentos da concessionária Águas de São Francisco na segunda Estação de Tratamento de Esgoto do município. Localizada nas proximidades da Travessa João Nepomuceno, em Vila dos Cabanos, a ETE Cabanos II receberá o esgoto da Bacia 3 (em destaque no mapa nas cores verde e amarelo, beneficiando mais de 5 mil pessoas. A previsão é que obras sejam concluídas no segundo semestre de 2021.

Mapa das Bacias de Barcarena em destaque.

Há pouco menos de um ano, a concessionária inaugurou a ETE Cabanos I, nas extremidades da Avenida Dom Romualdo Coelho. Em plena operação e com capacidade de tratar, a cada hora, 18 mil litros de dejetos, a ETE Cabanos I recebe dejetos das bacias 1 e 2 de Vila dos Cabanos.

“A ETE Cabanos II é similar à ETE Cabanos I. Contendo os mesmos processos e tipo de tratamento, aumentando a região atendida com tratamento de esgoto, que serão as residências da bacia 3 de Vila dos Cabanos, que compreende o perímetro entre as ruas Gerônimo Pimentel à Av. Padre Casemiro”, explica o engenheiro Mauro Gonçalves.

As obras da segunda ETE estão na fase de urbanização que é a preparação do local para receber as instalações. A concessionária contratou uma empresa especializada para realizar a implantação.

“Os investimentos como levar água potável às pessoas, coletar e tratar esgotos é a iniciativa mais elementar e mais importante de uma cidade, diminuindo a proliferação de doenças e protegendo o meio ambiente. Com as duas ETE’s em operação, pelo menos 14 mil moradores serão beneficiados. Isso é mais saúde e qualidade de vida”, comenta o coordenador Fernando Teles.

O tratamento

A ETE Cabanos II utilizará Reator Anaeróbio de Fluxo Ascendente (RAFA), tecnologia que confere mais eficiência na operação e requer menor utilização territorial, quando comparado às estruturas tradicionais, seguido por processo de polimento final e remoção de sólidos, chamado de Tanque Imhoff. Após a remoção de poluentes, através de processos físicos e biológicos, o esgoto tratado volta ao meio ambiente e preserva os recursos naturais do município.

FONTE: ASF